segunda-feira, 12 de abril de 2010

Lei do amor

Amar é compreender. E compreender é saber respeitar os limites dos outros, suas fraquezas e seus erros. Errar ainda faz parte da nossa essência, e é com eles que ainda depuramos nossas faltas de outrora. Contudo, quando amamos, podemos superar as dificuldades e seguir no caminho do bem, da caridade e da esperança de que, daqui para frente, tudo vai melhorar.

Amar é o primeiro ensinamento que Jesus nos deu, e é com ele no coração que devemos tomar nossas decisões; é o amor que deve guiar nossas ações, para que, assim, tenhamos a certeza de estarmos no caminho certo.

Se as lutas parecem pesadas demais, o amor acalma nosso coração. Se a dor parece insuportável, a mão amiga nos ajuda a seguir em frente. Confiar também faz parte do amor. E melhor cristão é aquele que confia, mesmo em face da maior dificuldade. Ter esperança é, acima de tudo, um exercício de amor com nós mesmos. E a caridade, a chance de experimentar o amor na ajuda ao outro, seja ele quem for.

O melhor dia, meus amigos, é aquele em que deitamos nossa cabeça no travesseiro e temos a certeza de que fizemos a diferença a alguém. Amar, enfim, é isso: fazer a diferença.

Nenhum comentário: